Terça-feira, 4 de Janeiro de 2011
As condicionantes da Acção Humana

   CONDICIONANTES FÍSICO-BIOLÓGICAS

 

O património genético que os seres humanos herdam dos seus progenitores determina um conjunto de condicionantes das suas acções. A estrutura biológica de cada um, assim como a sua relação com o meio condiciona aquilo que ele quer fazer.

O ambiente e recursos materiais condicionam a acção humana (recursos, matérias-primas, clima, condições ambientais).

A personalidade e características psicológicas de cada um também condicionam a sua acção.

 

CONDICIONANTES HISTÓRICO-CULTURAIS

 

A época histórica e o meio sociocultural influenciam as nossas decisões.

Através do processo de socialização cada ser humano apreende e interioriza os elementos da cultura a que pertence: linguagem, valores, regras, crenças, formas de sentir, de ser e de estar.

 

SOMOS LIVRES?

 

Há impedimentos que limitam a nossa capacidade de escolha, mas a consciência de que há limites não nos tira a capacidade de escolher e decidir. A consciência desses limites constitui um desafio para os ultrapassar.

O homem tem a capacidade de projectar o seu futuro.

 

A acção humana é consciente, voluntária e intencional. Mas há condicionantes que a limitam, ou seja, o ser humano (o agente) é livre mas não é totalmente livre pois as acções realizadas pelo agente são condicionadas por dimensões que constituem a Humanidade.

Há dois tipos de condicionantes da acção humana: os físicos e biológicos e ainda os históricos e culturais. Nos condicionantes físicos e biológicos há leis a que estamos submetidos, quer sejam, leis físicas, químicas ou biológicas, ou seja, há muitas coisas que não são permitidas fazer. Há decisões que não estão ao nosso alcance como por exemplo, crescer mais vintes centímetros ou ainda respirar debaixo de água.

Como ser biológico, há um conjunto de acções que, de modo algum, podemos deixar de realizar. Para continuarmos vivos, temos que providenciar alimentos adequados, construir abrigos que nos defendam das tempestades, e descansar ao fim de algum tempo de actividade.

Isto tudo mostra que como seres da natureza existem determinadas coisas que nos são impedidas de fazer e assim nos obriga a fazer um conjunto de acções específicas, ou seja, numa situação de fome severa ou frio extremo, todas as nossas condutas seriam condicionadas pela prioridade de encontrar alimento e abrigo. Nestas circunstâncias não nos distinguimos muito de outro ser animal.

Acerca dos condicionantes históricos e culturais: a nossa natureza é a de um ser racional que se vai construindo no desenvolvimento da história e no seio de uma cultura. Desde que nascemos, recebemos dos nossos pais um conjunto de capacidades, hábitos, atitudes e conhecimentos. O mais simples dos gestos humanos está na herança que recebemos, não há acto humano que não seja manifestação de cultura. Em situações de grande necessidade, o ser humano nunca se liberta totalmente dos traços adquiridos no meio histórico e social em que se construiu.

Um filósofo contemporâneo que disse:” os gatos nascem gatos, ao passo que os homens não nascem homens”, isto é, a nossa humanidade não vem inscrita no ADN. Nós fazemos refeições, escolhemos e preparamos os alimentos de acordo com os nossos hábitos.

 Isto mostra que toda a nossa existência é condicionada pelo ambiente histórico, social e cultural.

Contudo, o ser humano tem a liberdade de deliberar acerca das suas acções a assim pesar os prós e os contras.

Como a acção humana é livre e consciente o agente tem a consciência de que aquela acção só aconteceu porque o agente quis, logo, o agente é responsável pelos seus actos e assim tem que assumir as consequências que eles provocam.

 

Tarefa Proposta:Explique as condicionantes presentes no texto. 



publicado por Branca Cerqueira às 16:28
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23

25
26
27
28
29
30


posts recentes

O Ethos, o Pathos e o Log...

Agumentação versus demons...

Argumentação e Retórica

Especificidade da Filosof...

Do "filosofar espontâneo"...

A Utilidade Da Filosofia ...

Livros Recomendados Para ...

O que constitui uma boa a...

As condicionantes da Acçã...

As condicionantes da Acç...

arquivos

Novembro 2012

Junho 2011

Janeiro 2011

Fevereiro 2010

Outubro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds