Sábado, 20 de Outubro de 2007
História da Filosofia - 4

 

A Filosofia separa-se das Ciências
 
 
A par das questões ligadas aos domínios da Geometria ou da Mecânica, da Anatomia ou da astronomia, os pensadores da idade moderna continuam a ocupar-se de assuntos respeitantes a uma ordem diferente, tratando-os em obras distintas das suas obras científicas.
 
Este facto corresponde, no momento da emancipação das ciências, a uma paralela emancipação de um núcleo de questões distintas das científicas e que vai constituir o domínio específico da filosofia.
 
Assim se vai distinguindo o que podemos chamar homem da ciência e filósofo, distinção que ainda hoje continua a verificar-se.
 
O filósofo passa a ser, pois e sobretudo depois do século XIX aquele que, homem de ciência ou não, se dedica a reflectir, num estilo crítico distinto dos métodos científicos, sobre determinadas questões que preocupam o seu espírito.


publicado por Branca Cerqueira às 21:49
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Ana Filipa a 22 de Outubro de 2007 às 18:20
Este blog é interessante, mostra-nos uma visão da filosofia que normalmente não vem nos manuais.

congelado

Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23

25
26
27
28
29
30


posts recentes

O Ethos, o Pathos e o Log...

Agumentação versus demons...

Argumentação e Retórica

Especificidade da Filosof...

Do "filosofar espontâneo"...

A Utilidade Da Filosofia ...

Livros Recomendados Para ...

O que constitui uma boa a...

As condicionantes da Acçã...

As condicionantes da Acç...

arquivos

Novembro 2012

Junho 2011

Janeiro 2011

Fevereiro 2010

Outubro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds